Que feiura

E tem aquela estórias sobre feiúra.

Uma estória interessante sobre feiúra, é sobre o deputado Paulo Benevides, presidente da Assembléia que, realmente, tinha até um defeito físico, era feinho, velho.

Um dia, um correligionário foi acertar um apoio político a ele, de determinado cidadão, e na hora dos finalmentes, Paulo Benevides perguntou ao correligionário:

–  “Meu amigo, quantos votos terei lá?”

E ele respondeu:

– “Depende.”

– “Depende do quê?”

– “Depende de o senhor ir ou não ir até lá.”

– “Se eu não for lá, quantos votos eu tenho?”

– “Aí o senhor consegue uns 2.500.”

– “E se eu for?”

– “O senhor deve conseguir uns 1.200, 1.300.”

Pela  feiúra que iria espantar o eleitor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *